sábado, 15 de novembro de 2008

Feco Portugal na imprensa

Correio da Manhã: Especial Cartoons
Os apara-lápis do humor

A crítica não tem que ser enfadonha. Um desenho pode explicar o que muitas crónicas nunca dirão. A Feco Portugal é a primeira associação nacional a juntar os profissionais das crónicas gráficas, os cartoonistas

É difícil criticar os críticos. Mesmo que nos façam rir, como num cartoon. São eles que nos alertam para os problemas da sociedade. O aumento dos combustíveis e das taxas de juro do crédito à habitação, os (des)investimentos do Governo, a política norte-americana de George W. Bush e a guerra no Iraque, Bin Laden e as ameaças ao Ocidente, ou simplesmente o retrato de políticos enfadonhos. Tudo.

"O cartoon é uma crónica gráfica. A sua função mais nobre nem é divertir. É, sim, advertir. Em Portugal, nem sequer temos a tradição do humor branco, do sorriso pelo sorriso" - explica Zé Oliveira, o cartoonista que preside à recém-lançada Feco Portugal. Dos cerca de 60 a 70 profissionais da área do humor satírico - embora sejam muito menos os que publicam na imprensa nacional -, a primeira associação do país conta já com a inscrição de 22 deles. Osvaldo Sousa, director do Salão Nacional de Caricatura, foi o primeiro homenageado pela Feco Portugal, com a atribuição do diploma de sócio-honorário.

O surgimento da associação portuguesa foi estimulado pela homónima espanhola - já que todas integram a Federation of Cartoonists' Organisations (Feco), presente em 30 países e com mais de 2000 associados. E Zé Oliveira lançou o apelo aos colegas no seu blogue. "Acima de tudo, esta união serve para ajudar uma classe muito solitária. E para que sejamos todos vistos como trabalhadores" - explica. "Cada vez há menos espaços para publicarmos o nosso trabalho, porque há maior concentração de meios de comunicação social e uma censura velada [das administrações]". Além da acusação, o presidente da Feco Portugal considera estar a limitar-se o sentido crítico.

"Numa altura em que as pessoas têm menos tempo para uma leitura exaustiva dos jornais, o cartoon permite um olhar rápido e com informação - mas sempre com opinião." Por outro lado, o cartoonista Rodrigo tem a percepção de que nem toda a gente, em Portugal, está educada para a linguagem dos cartoons. "Muitas pessoas não sabem distinguir um cartoon de uma tira de banda desenhada ou de uma ilustração. E também não levam muito a sério o nosso trabalho. Muitas vezes, perguntam-me se me pagam pelos meus desenhos" - conta.

Rodrigo explica que os cartoons têm o mérito de aliar a seriedade à boa disposição. "No fundo, o nosso trabalho é lidar com assuntos da actualidade. Mas o humor é uma arma para atrair o leitor, que fica mais predisposto para aceitar aquilo que queremos transmitir."

Embora já esteja em actividade, a Feco Portugal só será apresentada oficialmente no próximo ano. Até lá, contam aproximar-se dos profissionais área, associá-los e depois irão promover uma agenda de eventos para dar a conhecer os cartoons feitos em Portugal.

- Bruno Contreiras Mateus, in Correio da Manhã (revista Domingo) 2 de Novembro de 2008

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Lágrima de negra

Manuel Freire canta poema de António Gedeão, durante o Festival de Humor de Granada 2008.

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Feco homenageia Osvaldo em Granada

Manuel Freire (ao centro) acabava de entregar o diploma de Sócio Honorário a Osvaldo

A FecoPortugal aproveitou a circunstância de ter três elementos dos seus corpos sociais presentes em Granada, para entregar a Osvaldo de Sousa o primeiro Diploma de Sócio Honrário. A pedido do presidente da Direcção da Feco (à esquerda nao foto), procedeu à entrega Manuel Freire, presidente da direcção da Sociedade Portuguesa de Autores.

Osvaldo de Sousa, que acabava de apresentar uma conferência acerca do exílio de Leal da Câmara em Madrid, foi apanhado de surpresa e não escondeu a sua satisfação. A cerimónia, algo agitada por inusitados contratempos ideossincráticos de organização, decorreu em instalações da Universidade de Granada.

A conferência de Osvaldo de Sousa foi antecedida por um recital de Manuel Freire, cujas canções e poemas encantaram iequivocamente a plateia de cartoonistas.

A foto é de http://humorgrafe.blogspot.com, onde pode ser lido muito mais material acerca do tema.

Versão definitiva do logo da FecoPortugal

Conforme anunciado em devido tempo, o logo da FecoPortugal foi escolhido mediante votação, tendo sido eleito o desenho de Eduardo Esteves.

Como é usual nestas coisas, entendeu-se conveniente melhorar a versão apresentada a concurso. O Eduardo procedeu a esse melhoramento e o resultado definiivo é o que aqui se apresenta. Noutra ocasião mostraremos a versão gris e a versão linha.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

FecoPortugal na imprensa


Tanto no Região de Leiria como no Jornal de Leiria, a divulgação da criação da Feco foi enfatizada em torno da minha pessoa.

Eu preferia um enfoque mais apontada para o colectivo, embora perceba as motivações dos jornalistas, cuja opção importa respeitar.

(O Jornal de Leiria faz menção a uma foto que não publica. Foi gralha. A caricatura em fundo cor de rosa é assinada por Bonil, de Equador; a outra é auto-caricatura)
(Para ler os recortes, clicar sobre as respectivas imagens)

Zé Oliveira


FECO na Rádio

No dia 10, fui entrevistado via telefone e gravação pelo Rádio Clube Português, estúdios de Leiria, para falar da criação da Feco.
Perguntei ao jornalista se a estação tinha as emissões em pod cast e rececebi a resposta de que não. Por isso não foi comunicado aos sócios da Feco o endereço para poderem ouvir.
Mas hoje, como acabo de ser convidado para dar às 13 horas uma entrevista um pouco mais alargada, em directo, procurei no Google a respectiva frequência para divulgar aqui. E foi então que verifiquei que a estação tem pod cast. A entrevista que dei pode ser ouvida clicando aqui:
http://radioclube.clix.pt/player/frame_player_7.asp?speed=1&sound_id=8983
Não sei se está na íntegra ou se foi resumida para este suporte, pois não ouvi o trabalho difundido via antena.

Tem cortes que deixam frases mal concluídas.

...e em texto
Ainda no site do Rádio Clube, pode ser lida notícia escrita a partir da mesma entrevista. Aponta erradamente a criação da Feco para o início do próximo ano, quando afinal já está criada. O que se disse foi que num dos primeiros meses de 2009 será lançada em iniciativa mediática.
É ilustrada com um desenho do Paulo Fernandes. Embora não seja aquele o logotipo eleito, funciona bem como ilustração. Foi obtida provavelmente neste nosso blog. Segue o link, que creio remete para o pod cast da emissora-sede (Lisboa):
http://radioclube.clix.pt/programacao/radios_locais/body.aspx?id=13339


Para ouvir às 13h00 de hoje:
Não encontrei acesso à emissão directa on line, mas procurei apressadamente.
Na frequência 93.0 FM, cobre o território entre Lisboa e Porto, mais ou menos.




terça-feira, 7 de outubro de 2008

domingo, 5 de outubro de 2008

A nossa associação de cartoonistas já tem existência legal
FECO nasceu no Dia do Sorriso
Não tem importância, mas tem piada: a data escolhida para a formalização da FecoPortugal - Associação de Cartoonistas teve a ver apenas com a disponibilidade da agenda de cada elemento fundador. E, à posteriori, verificou-se que a data tinha caído em cima do Dia Internacional do Sorriso. Mas caíu com jeitinho, não deu cabo dele.
Ainda está para decidir se o trabalho dos cartoonistas é fazer sorrir ou fazer chorar, mas é seguro que eles convivem bem (e não a hostilizam) com essa manifestação humana: a capacidade de sorrir; particularmente na sua versão amarela.


Um momento da assinatura do Acto de Constituição


Objecto Social da FecoPortugal
Conforme ficou exarado no respectivo auto de constituição,
"A FECOPORTUGAL - Associação de Cartoonistas, é uma instituição sem fins lucrativos.
Constituem atribuições da FECOPORTUGAL:
a) Promover a arte da Caricatura, Cartoon, Banda Desenhada, Ilustração, Cinema de Animação e expressões plásticas afins;
b) Pugnar pelo reconhecimento, dignidade, prestígio e justa remuneração profissional dos seus autores;
c) Defender os interesses, direitos e prorrogativas dos seus membros;
d) Promover e reforçar a solidariedade entre os seus membros;
e) Fomentar o intercâmbio com organismos congéneres nacionais e estrangeiros;
A actividade da FECOPORTUGAL não se subordina a quaisquer ideologias políticas, religiosas ou outras, actuando com total independência. Serão associados da FECOPORTUGAL os autores de Caricatura, Cartoon, Banda Desenhada, Ilustração e Cinema de Animação que, por direito próprio, estejam devidamente inscritos nesta associação."
.
Por que se chama FECO
.
Chama-se FECO, porque é criada com o objectivo de se filiar na Federação internacional designada FECO - FEderation of cartoonists Organizations, que abrange três dezenas de países.

.
Quem são os corpos sociais
.
Mesa da Assembleia Geral
Presidente - Onofre Martins Varela (Varella)
Secretário - Pedro José Bento Alves (Toon-man)
Secretário - Rodrigo Daniel Nunes de Matos (Rodrigo)
.
Direcção
Presidente - José Freire de Oliveira (Zé Oliveira)
Tesoureiro - César Manuel Sereno Mateus Évora (César)
Secretário - Mário José Oliveira Teixeira (Teixera)
.
Conselho Fiscal
Presidente - Álvaro José Teixeira Santos (Álvaro)
Secretário - Carlos Alberto Antunes Sêco (Carlos Sêco)
Vogal - Eduardo José de Jesus Esteves
(Eduardo)

Plano de Actividades em breve

A Direcção divulgará em breve o Plano de Actividades para 2009. Mas pode já adiantar os seguintes tópicos:

___________

Já foi contactada a Feco - FEderation od Cartoonists Organization, para que se concretize rapidamente a integração da FecoPortugal na Fedaração.

____________

Já decorrem contactos para criação de parceria que permita uma apresentação pública da Feco com programa de impacto.
____________

A este blog sucederá dentro de pouco tempo um site cuja preparação já está adiantada. É um trabalho que se encontra a ser desenvolvido por Eduardo Esteves, um dos membros dos Corpos Sociais.
____________

É de 22 o número de associados, quantidade perfeitamente dentro da média da trintena de Feco's que existem em todo o mundo, mas a Direcção vai sem demora convidar a generalidade dos autores portugueses de cartoon, caricatura, BD, ilustração e cinema de animação para aderirem como associados.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

FecoPortugal passa a existir a partir da próxima Sexta

É já na próxima Sexta-feira que se procede ao acto de constituição da FecoPortugal - Associação de cartoonistas.
A operação de constituição decorre cerca das 11h00 na Conservatória do Registo Comercial de Leiria, ao abrigo do projecto "Associação na Hora" e vai ser subscrita por vários caricaturistas, cartoonistas e banda-desenhistas que se deslocam de várias partes do país.

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

FECOPORTUGAL já tem nome autorizado

FECOPORTUGAL-Associação de Cartoonistas, será a designação oficial que o Registo Nacional de Pessoas Colectivas nos certificou, depois de outras designações recusadas (designadamente Feco-Portugal, onde o ífen fazia a diferença).

Depois de alguma reflexão colectiva via e-mail, chegou-se à conclusão de que a maioria dos que itervieram optava pela designação "cartoonistas" em luar de "caricaturistas", por ser mais abrangente; e preteriu-se o neologismo"cartunistas", considerando que a designação "cartoonistas" é corrente em Portugal e, principalmente, é mais facilmente inteligível internacionalmente.

A continuação das formalidades de oficialização da FecoPortugal está prevista para a última semana de Setembro.

sábado, 23 de agosto de 2008

Colabora no blog!

Foi detectada alguma confusão nascida a partir da lista de CONTRIBUIDORES que aparece aqui à direita neste blog.
Aquela lista de nomes não é a relação de aderentes ao projecto Feco! É, sim, a lista daqueles que se declararam colaboradores do blog. Os aderentes ao projecto FECO são aqueles e alguns mais! Para já, em número de 23 (com mais um ou outro "na calha"). A lista está aí mais abaixo.

Quem pode colaborar?

Quem pode ser colaborador? (Contribuidor?). Qualquer dos elementos inscritos como pré-associados da Feco-Portugal.

Como se pode colaborar?

Para colaborar, existem duas maneiras:

1 - Postar directamente o teu artigo no blog a partir do teu computador. Para isso, tens de estar "autorizado". O blog foi criado a partir da conta do Álvaro, portanto é ele que tem a faculdade de instruír o sistema no sentido de aceitar as tuas postagens. Então, se queres colocar directamente as tuas colaborações, contacta o Álvaro, que é a "alta autoridade" para o blog Feco-Portugal.

2 - Não estás rotinado nisto dos blogs, mas não obstante desejas colaborar; então, manda o teu artigo para para um dos "contribuidores". De preferência o Álvaro, por ser o coordenador, mas se tens algum fetiche em relação a qualquer outro "contribuidores", não hesites! (quem hesita não exita; esta saíu-me agora).

a) - Se não estás habilitado a editar coisas em blogs e desejas iniciar-te, contacta um dos "contribuidores". Qualquer um te ensinará o carreirinho das pedras; a começar por mim.

Colaborar com quê?

Nesta fase em que ninguém manda, mandamos todos. Segundo a minha opinião, cabe a cada um de nós decidir o que é ou não oportuno publicar.
A ideia pessoal que acalento é que não devemos esquecer que estamos a escrever num espaço público que tem um título (FECO) que só nos é legítimo usarmos enquanto estivermos a impulsionar a criação da associação com este nome.

Como contactar o grupo FECO?

Também se detectou que há um ou outro elemento Feco que desconhece como deve fazer para enviar um e-mail ao grupo. Quem manobra a "máquina" do correio electrónico é o Eduardo. Foi ele quem criou a nossa mailing-list e, na altura, informou cada um de nós como é que "a coisa" funciona. Admitindo que algo falhou na comunicação, tenham em conta o seguinte: para comunicar com o grupo, basta usar o endereço membros@feco-portugal.org
Ao enviarem uma mensagem através desse endereço, não se surpreendam quando a receberem na vossa caixa de correio. Já houve quem admitisse que a mensagem lhe estava a ser "devolvida". Mas não é isso que se passa, embora pareça. A vossa mensagem também aparece na vossa caixa, pela simples razão de que o vosso endereço está na mailing-list. E os computadores são estúpidos.

Revista El Peneca e FecoChile

Centenário em vídeo

Jaime Huerta é o editor do vídeo com link abaixo.
Ele é também o presidente da FecoChile (associação chilena de caricaturistas). Aquela e a Feco-Portugal são as duas associações mais recentes da FEderation of Cartoonists Organisations. Ressalve-se que a Feco portuguesa está ainda na fase de legalização, aguardando neste momento que lhe seja autorizada a utilização do nome.

Saudações a nuestros FeCompañeros chilenos!
Clique então nas linhas a seguir, para aceder ao centenário de El Peneca.
http://www.youtube.com/watch?v=lLhOiYS4JL8&eurl=http://www.fecochile.cl/fecovideos.htm
A capa de El Peneca (acima) é de "Memorial Chileno", portal de la cultura de Chile

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Em curso, processo de formalização da Feco-Portugal

Foi requerido ao Registo Nacional de pessoas Colectivas, na passada Sexta e via net, o certificado de admissibilidade da designação "Feco-Portugal - Associação de Caricaturistas".

Os requisitos do formulário exigiam, além da morada e identificação do requerente (incluindo BI), um resumo do objecto social da associação. Para esse efeito, o requerente, que foi o Zé Oliveira, extraíu dos Estatutos (que haviam sido aprovados em Pombal) o seguinte:

A FECO-PORTUGAL - Associação de Caricaturistas, é uma instituição sem fins lucrativos.

Constituem atribuições da FECO-PORTUGAL:
a) Promover a arte da Caricatura, Cartoon, Banda Desenhada, Ilustração, Cinema de Animação e expressões plásticas afins;
b) Pugnar pelo reconhecimento, dignidade, prestígio e justa remuneração profissional dos seus autores;
c) Defender os interesses, direitos e prorrogativas dos seus membros;
d) Promover e reforçar a solidariedade entre os seus membros;
e) Fomentar o intercâmbio com organismos congéneres nacionais e estrangeiros;

A actividade da FECO-PORTUGAL não se subordina a quaisquer ideologias políticas, religiosas ou outras, actuando com total independência.

Serão associados da FECO-PORTUGAL os autores de Caricatura, Cartoon, Banda Desenhada, Ilustração e Cinema de Animação que, por direito próprio, estejam devidamente inscritos nesta associação.


O formulário possuía um campo que, embora de preenchimento facultativo, se destinava a justificar a opção da designação. Foi escrito o seguinte:

Chama-se FECO, porque é criada com o objectivo de se filiar
na Federação internacional designada FECO - FEderation of cartoonists Organizations, que abrange três dezenas de países.


Os passos seguintes

A estimativa para o envio do certificado (via correio) era de dois dias, mas já está ultrapassada.

O passo seguinte é a escritura e registo na Conservatória do Registo Comercial, diligência que exige a participação de um mínimo de dois associados (máximo ilimitado). Será constituída no âmbito do projecto "Associação na Hora", já implementado em alguns concelhos, que agiliza o processo e o torna menos dispendioso.

quarta-feira, 11 de junho de 2008

A Votação no Logo da FECO-Portugal

video

Vídeo da autoria de Artur Ferreira, um dos aderentes à FECO-Portugal, associação em fase de constituição.

Abaixo pode ler-se mais acerca desta votação.

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Feco-Portugal já tem logo

Associado da Feco-Roménia testemunhou escrutínio


Os elementos do projecto FECO-Portugal que participaram na inauguração da "I Bienal de Humor Luis d'Oliveira Guimarães" que arrancou no passado dia 8 no eixo Penela-Espinhal (Distrito de Coimbra) aproveitaram o ensejo para procederem ao escrutínio da votação (recentemente encerrada) no logotipo da Feco-Portugal.
Essa reunião decorreu na Quinta do Castelo, Espinhal - Penela.
O escrutínio, que foi presidido por Onofre Varela, constou da abertura dos envelopes em que cada votante havia enviado, por correio e para José Oliveira, o logotipo da sua preferência.
Por estarem presentes, foram convidados a testemunhar a operação de escrutínio: Osvaldo de Sousa (historiador da Caricatura; Director da Humorgrafe); Agim Sulaj (cartoonista da Albânia, 1º Prémio da "I Bienal de Humor Luis d'Oliveira Guimarães"); Pavel Constantin (cartoonista da Roménia, 3º Prémio "I Bienal de Humor Luis d'Oliveira Guimarães", associado da Feco-Roménia, que já presidiu).
Foram os seguintes, os elementos aderentes à Feco-Portugal que testemunharam a operação de escrutínio: António Santos (Santiagu), Artur Ferreira, Mário Teixeira, Onofre Varela, Rodrigo de Matos e Zé Oliveira.
O resultado da votação foi o seguinte: Proposta de Logotipo de Eduardo Esteves: 5 votos (vencedor); Carlos Rico 3; Zé Oliveira (A) 2; Zé Oliveira B) 2;
Álvaro (A) 1; Álvaro (B) 1; César Évora 1; Rodrigo 1.

sábado, 7 de junho de 2008

FECO em 23 países





A FEco (FEderation of Cartoonists Organizations) nasceu em 1986 e congrega presentemente mais de 2000 caricaturistas de 23 países.






ARGENTINA
AUSTRÁLIA
BELGICA
CROÁCIA

CHIPRE
REPUBLICA CHECA
EGIPTO

FRANÇA
ALEMANHA

GRÃ BRETANHA
HOLANDA
IRLANDA
ISRAEL
ITALIA
JAPÃO
MACEDÓNIA
POLÓNIA
ROMÉNIA
ESLOVÁQUIA
ESPANHA
TAIWAN
TURQUIA

JUGOSLÁVIA

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Já somos 23
Logotipo da FECO-Portugal escolhido amanhã

Amanhã, Domingo, decorre em Pombal a inauguração da I Bienal de Humor Luís de Oliveira Guimarães, em Penela/Espinhal.
Trata-se de uma realização da Humorgrafe (Osvaldo de Sousa) e conta com a participação de vários elementos da associação Feco-Portugal, em criação.

Aproveitar-se-á o facto de estarmos reunidos alguns dos elementos do projecto Feco, para se eleger o logotipo da nossa associação. A eleição será feita perante escrutínio dos votos entretanto recebidos e salienta-se que para a respectiva eleição se recensearam 16 elementos, tendo todos eles enviado o seu voto. Zé Oliveira não votou, por ser o coordenador do escrutínio. Os restantes não votaram porque não se recensearam ou aderiram à Feco após encerramento do processo.

Hoje, José Sarmento maniefstou a sua vontade em aderir à nossa associação. É o 23º elemento.

terça-feira, 20 de maio de 2008

Actualização
Lista de aderentes:
Acaba de se manifestar como aderente ao processo de criação da Feco-Portugal mais um cartoonista: Mário Teixeira.
A lista fica agora como segue:


01 – Álvaro

02 – Zé Oliveira
03 – Luís Afonso
04 – Ferreira dos Santos
05 – Varela
06 – Paulo Santos
07 – Artur Ferreira
08 – Paulo Fernandes
09 – Gon
10 – Orlando
11 – “Toon Man” – Pedro Alves
12 – Rodrigo de Matos
13 – Bruno Taveira
14 – Carlos Rico
15 – Santiagu
16 – Eduardo Esteves
17 – Eduardo Welsh
18 – César Évora
19 – Carlos Sêco
20 - Pedro K Desistiu

20 - Alberto Ferreira
21 - Mário Teixeira
22 - José Sarmento (Acrescentado em tempo)

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Expectativas ultrapassadas em quantidade e qualidade
17 logotipos propostos São estes os logotipos apresentados por pré-associados da Feco-Portugal, associação em fase de criação.
O prazo para apresentar propostas terminou há cerca de um quarto de hora, (à meia-noite) após várias prorrogações.
Vai seguir-se a eleição, via correio tradicional, com a participação dos pré-associados que enviaram o seu endereço até à meia-noite passada.
Foi criada uma mecânica electiva que não permite aos autores votarem no seu próprio desenho.

Para ver os logos, pode ampliar a imagem clicando sobre ela ou descer no blog consultando-os um a um.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

domingo, 11 de maio de 2008

quinta-feira, 8 de maio de 2008

domingo, 4 de maio de 2008

Tristezas do Humor


Zé Oliveira

Isto de a gente andar nesta lufa-lufa de promover as coisas do humor a troco de coisa nenhuma, é uma tarefa muito menos divertida do que os mais distraídos imaginam.

Não vou mencionar nomes, mas conto aqui um episódio que conheci mediante leitura num livro de autoria colectiva que assinalou o encerramento de um curso de cartoon na Argentina. O promotor do curso, um jovem psicólogo que deixou a vida clínica para se tornar num dos maiores cartoonistas da nova-vaga do seu país, que me fez o favor da oferta do referido livro, abre a colectânea com uma introdução que pediu a um consagrado caricaturista seu compatriota. E escreve esse consagrado que, quando o ex-psicólogo lhe falou do propósito do curso, lhe disse paternalmente mais ou menos isto: "No meio desses lobos, pequeninos e simpáticos que agora ensinas, pode muito bem estar algum que, depois de crescido, acabará por comer-te".

O veterano acabou por escrever a introdução, o livro contém vários níveis de talento para diversos estilos e o ex-psicólogo continua a ser uma das maiores referências da caricatura moderna argentina.

Moral da história: É prudente estar de pé atrás. Mas é criminoso tenter que o mundo não vá além dos muros do nosso interesse. São poucos os caricaturistas em Portugal, pela simples razão de que o país é pequeno. Não há lugar para todos? A solução não é trancarmos as cancelas do nosso quintal, barricados na mesquinhez dos nossos interesses pessoais. A solução é tentarmos, conjuntamente, que apareçam mais espaços para publicar. É termos a coragem de, cada um de nós, individualmente, dar um pouco do nosso tempo no sentido da consolidação da classe. É acreditarmos que só uma classe forte poderá conter profissionais fortes. Não é forte nenhum de nós, só por si, por mais robusto que seja o vidro da redoma onde vive.

Haverá sempre lobos. Mas esses - os da serrania - ensinam-nos que a sua força lhes advem do espírito de grupo!

Estas considerações foram inicialmente publicadas, quase ipsis verbis, no site do Sergei (http://sergeicartoons.blogs.sapo.pt)

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Pré-associados da FECO-Portugal
Pedro K também já aderiu
A lista de aderentes ao processo criativo da FECO-Portugal acaba de ser acrescentada de mais um nome: o de Pedro K, que passa a ser o 20º elemento, conforme sua recente declaração.

A lista pode ser consultada mais abaixo.

domingo, 6 de abril de 2008

João Abel Manta no CNBDI

O Centro Nacional de Banda Desenhada e Imagem promove, entre os dias 10 e 28 de Abril, uma Homenagem a João Abel Manta, em parceria com a Humorgrafe e o BDJornal. A inauguração está agendada para o dia 10 de Abril, pelas 19 horas.
Na exposição de homenagem ao Mestre João Abel Manta, além de obras originais do autor, cedidas pelo Museu da Cidade de Lisboa, serão apresentados trabalhos de outros autores que aceitaram o desafio de participarem na homenagem: Alexandre Algarvio, Álvaro Santos, André Oliveira, António Amado, António José Lopes, António Santos (Santiagu), Brito, Carlos Amorim, Daniel Moreira, David Pintor, Eriço Junqueiro Ayres, Filipa Malaquias, Joaquim Aldeguer, João Mascarenhas, José Ruy, José Santos, Luís Afonso, Luís Veloso, Michel Casado, Nelson Santos, Nuno Pardal, Paulo Fernandes, Paulo Santos, Pedro Alves, Ricardo Galvão, Romeu Cruz, Vasco Gargalo e Zé Oliveira.

A ideia da exposição-homenagem a João Abel Manta partiu de Osvaldo de Sousa (Humorgrafe) e Clara Botelho e Machado-Dias (BDJornal). O CNBDI associou-se, de seguida, cedendo a sua galeria de exposições para a mostra que pode ser vista até ao dia 28 de Abril, de 2ª a 6ª feira, das 9.30 às 12h e das 14 às 17.30h.

João Abel Manta nasceu em 29 de Janeiro de 1928.
Filho dos pintores modernistas Clementina Carneiro de Moura e Abel Manta, formou-se em Arquitectura pela Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, em 1951.
Além da arquitectura, pintura, decoração, tapeçaria, cerâmica e cenografia, João Abel Manta é, igualmente, uma das figuras fundamentais do design gráfico nacional.
Neste último campo artístico, tornou-se num elo fundamental da recriação do humor gráfico como expressão estética, como sátira de intervenção política.
Os seus trabalhos podem ser encontrados em “O Século Ilustrado”, “Almanaque”, “Seara Nova”, “Eva”, “Diário de Lisboa”, “Sempre Fixe”, Diário de Notícias”, “Jornal de Artes e Letras”, entre outras publicações.
Publicou, ainda, dois álbuns de cartoons: “Cartoons”, em 1975, e “Caricaturas Portuguesas dos anos de Salazar”, em 1978.
Obteve vários prémios nacionais e estrangeiros: 1961, Prémio de Desenho na II Exposição de Artes Plásticas da Fundação Calouste Gulbenkian; 1965, Medalha de Prata na Exposição de Artes Gráficas de Leipzig; e 1975, Prémio de Ilustração na Exposição de Artes Gráficas de Leipzig. (...)


por José Eduardo Ferreira

e sacado do site www.centralcomics.com

quarta-feira, 2 de abril de 2008

Lista de aderentes:

São estes os que já manifestaram a sua vontade em pertencerem à FECO -Portugal, associação de caricaturistas, ilustradores, autores de BD e cinema de animação, cujo processo de formação está em curso:

01 – Álvaro
02 – Zé Oliveira
03 – Luís Afonso
04 – Ferreira dos Santos
05 – Varela
06 – Paulo Santos
07 – Artur Ferreira
08 – Paulo Fernandes
09 – Gon
10 – Orlando
11 – “Toon Man” – Pedro Alves
12 – Rodrigo de Matos
13 – Bruno Taveira
14 – Carlos Rico
15 – Santiagu
16 – Eduardo Esteves
17 – Eduardo Welsh
18 – César Évora
19 – Carlos Sêco

sábado, 22 de março de 2008

Logo 12

-----------------------//-----------------------

Logo 12
por Paulo Fernandes


quarta-feira, 19 de março de 2008

Logo 11

Logo 11
por César Évora


Logo 10

-----------------------//-----------------------

Logo 10
por Gon


Logo 9

Logo 9
por César Évora


Logo 8

Logo 8
por Eduardo Esteves




Logo 7

Logo 7
por Varela


Logo 6

Logo 6
por Álvaro


Logo 5

Logo 5
por Álvaro


Logo 4


-----------------------//-----------------------

Logo 4
por Rodrigo de Matos


Logo 3

Logo 3
por Artur Ferreira


Logo 2

Logo 2
por Paulo Fernandes


Logo 1

Caros colegas,

inicio aqui a colocação das propostas a logo da FECO Portugal por ordem de chegada ao meu recipiente de email. Por razões de praticabilidade (se o termo não existir, que se lixe! Vocês perceberam.) serão numerados pela mesma ordem.

Se pelo caminho me esquecer de algum, por favor gritem!
Abraços,

---------------------------------------------------------------



Logo 1
por Zé Oliveira


segunda-feira, 17 de março de 2008

FECO Portugal

Ainda estamos a construir isto.
Volte daqui a bocado, por favor.

Obrigado.